Dor no Nervo Ciático. Sabe o que é?

Dor no ciático: A melhor maneira é tratar é logo que os sintomas começam a aparecer.

Ignorá-la traz dores piores e seu tempo de tratamento e gastos aumentarão bastante.

A dor no ciático é aquela que surge no trajeto do nervo, que começa no final da coluna e passa pelos glúteos e parte de trás da coxa, indo até a planta dos pés. Assim, o local da dor ciática pode variar afetando qualquer ponto de todo este trajeto.

O local de dor mais comum é na região do glúteo e embora cada perna tenha seu nervo ciático, é normal que a pessoa apresente somente dor em uma perna. As características da dor ciática é a dor forte, em forma de pontada, fisgada, ou sensação de calor. Por isso, se apresentar estes sintomas, é provável que seja uma inflamação do nervo ciático.

Dor nervo ciático

O tratamento caseiro para dor ciática consiste em relaxar os músculos das costas, glúteos e pernas para que o nervo ciático não fique pressionado.

Colocar compressa quente, massagear o local da dor e fazer exercícios de alongamento são excelentes opções enquanto espera pela consulta do tratamento fisioterapêutico.

Porém, o nervo ciático pode ser “traiçoeiro”, pois após passar a crise de dor, temos a impressão que todo o problema foi resolvido, e é ai que as dores podem voltar com muito mais força.

Tratamento especializado

Procure atendimento especializado em dores no nervo ciático o quanto antes. Uma vez que já tenha tido esse tipo de dor ciática, o seu corpo fica muito mais propenso a voltar a sentir os sintomas sem tratamento adequado.

O tempo de tratamento pode variar de cada paciente, pois cada um apresenta um sintoma em local e intensidades diferentes, e isso é determinante no tempo de recuperação.

Mas não desanime, a demora em melhorar é comum e muitas vezes necessário tomar medicamentos para ajudar a sair da crise.

3 comentários em “Dor no Nervo Ciático. Sabe o que é?”

  1. Pingback: O que é a Quiropraxia? - Dr Tiago Masotti

  2. Pingback: O que fazer para ter uma coluna novinha em folha? - Dr Tiago Masotti

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *