Pescoço: Pescoço de texto, corcunda e torcicolo, como resolver?

O que todos devem saber e sua relação com o celular (Pescoço de texto)

Você tem tido dores no pescoço ou nuca com frequência? Começou a ter dores de cabeça ou elas aumentaram? E as tensões nos ombros estão mais comuns do que de costume?

Tenho que dizer que não é um problema exclusivo seu e muitas pessoas passam por isso também.

Todos esses problemas podem e são causados por excesso de tensão muscular, lesão da articulação e até mesmo fraqueza dos músculos.

Mas fique tranquilo, tem solução, e muitas pessoas já superaram isso!

Neste artigo vamos falar da causa mais comum de dores no pescoço que está atingindo grande parte da população mundial. O uso frequente e excessivo dos celulares (pescoço de texto).

Bom, os maiores problemas causados no nosso corpo pelo celular já foram ditos, mas, qual o erro mais comum cometido pelas pessoas que passam por esse problema?

O peso do celular

Ao invés de escrever aqui, vou pedir para você olhar atentamente para imagem a seguir. Com certeza você vai identificar o erro que costumamos fazer.

E esse grande erro causa dores de cabeça, no pescoço, nuca, ombros, meio das costas, dores irradiadas nos braços.

Quando essa dor começar a se instalar, será um sinal de que o corpo esgotou todas as formas de adaptação e conforto. Só que essa dor geralmente, está associada já a um processo degenerativo já instalado.

Porém, muitas pessoas já perceberam que isso pode se tornar uma doença séria, e desde o primeiro incômodo já procuram alguma forma de corrigir, se tratar ou prevenir o problema.

E como devemos fazer para que o celular não seja um vilão na nossa vida não é difícil. Basta seguir essas dicas que tenho certeza que você vai ficar bem.

Como solucionar?

O certo é deixar o celular mais na altura do olho. O pescoço faz menos força.

Faça alongamentos inclinando a cabeça para trás e para os lados segurando por aproximadamente 20 segundos cada. O alongamento vai causar um relaxamento da musculatura que está sendo exigida em excesso.

Exercícios de resistência também ajudam a fortalecer, se não puder ou não quiser ir à academia ou praticar uma atividade física mais intensa tente os seguintes:

  • Com a mão na lateral da cabeça, oferecer resistência impedindo a inclinação lateral do pescoço (faça dos dois lados);
  • Com uma das mãos na testa, oferecer resistência impedindo que a cabeça incline para frente e para baixo;
  • Com uma das mãos atrás da cabeça, oferecer resistência impedindo a inclinação para trás.
  • Conte 7 segundos para cada exercício e repita por 5 vezes cada.

Tratamento com um profissional

Agora se mesmo após fazer tudo isso você ainda tem alguns dos sintomas listados, já passou da hora de procurar ajuda.

O tratamento é feito basicamente com fisioterapia, e colaboração do paciente em não fazer mais aquilo que está lhe causando as lesões e posteriormente completa o tratamento com um personal trainer e atividades físicas.

Se sua situação já estiver muito grave, com fortes dores que o afastam do trabalho e atividades do dia-a-dia, o tratamento medicamentoso adequado (procure o médico) é fundamental em conjunto com a fisioterapia para trata-lo e voltar ao que mais gosta de fazer.

Cabe a você meu querido amigo, que está lendo este artigo, decidir o que quer realmente fazer para que suas dores possam sumir de uma vez. Vale a pena tanto sofrimento e que pode durar anos, por conta de um aparelhinho mal usado? Pense no que vai acontecer com você daqui 5 ou 10 anos se não fizer nada agora. Agora é por sua conta.

Corcunda abaixo pescoço: Postura e sobrepeso estão entre as principais causas.

Você tem ou já viu alguma pessoa, com uma pequena corcova na coluna logo abaixo do pescoço?

Tem vergonha de usar roupas mais confortáveis devido e esta corcunda? Se não sabe do que estou falando, é desse problema na foto abaixo.

Corcunda abaixo do pescoço

O que vou falar hoje, é sobre um problema que muito vejo em meus atendimentos no consultório que acomete principalmente as mulheres (não há dados estatísticos, somente baseado em meus atendimentos clínicos).

Praticamente todos esses pacientes não sabem o porquê do problema.

Essa corcunda que fica abaixo do pescoço bem na altura dos ombros, tem várias denominações; corcunda de viúva, corcunda de búfalo e coxim de gordura dorso-cervical.

Vamos às causas

Pode ser por efeito da medicação em pessoas que estão no tratamento do HIV.

Pode ser também de medicamentos que contenham esteroides, no seu uso a longo prazo.

Sindrome de Cushing, pelo excesso de produção de cortisona do corpo.

E principalmente em pessoas acima do peso.

Causa Comum

Mas um detalhe que foi observado no atendimento clinico de muitos anos, é de que essa condição de corcunda, geralmente está associado a uma postura inadequada (principalmente do pescoço), que gera maior aumento desse problema.

Uma compensação, das curvaturas das vértebras do tórax com a cervical, acaba ficando mais visível em pessoas que estão acima do peso.

Hoje o maior inimigo junto com o sobrepeso é o celular, devido a postura de ficar com a cabeça para baixo, gera uma pressão maior sobre a região que tem que trabalhar em excesso, aumentando o problema como expliquei no tópico acima.

Muito tempo a frente da TV ou computador também ajudam a aumentar o problema.

Se você também toma muita medicação que pode te levar ao problema, é melhor ir falar com seu médico e ver o que pode ser feito para amenizar a situação, no caso de não poder trocar os remédios ou mudar a dosagem.

Agora, o que fazer para solucionar o problema?

Para começar a solucionar, a pessoa tem que ter em mente que é um trabalho em conjunto, ou seja, ela mesma e os profissionais que estão a ajudar. Pois sem o comprometimento do paciente, o tratamento não funciona. Mas algumas dicas serão dadas.

Como geralmente o sobrepeso e postura inadequada são as causas mais comuns, vamos falar delas.

Se você tem condições, a maneira mais rápida é a conversa com cirurgião plástico. Ele vai identificar seu problema com precisão para saber como proceder em caso de cirurgia para retirada do acumulo de gordura no local (só que isso é apenas parte do tratamento).

Após é necessário tratar das causas, afim de evitar acontecer novamente.

Porém se você tem medo de “entrar na faca”, existem outras maneiras (mais lentas) que também dão resultados.

Você deve começar pela mudança em seus hábitos alimentares. Não vou entrar na questão do quanto é importante uma alimentação mais saudável, pois já deve ter ouvido falar muito disso, se ainda tem alguma dúvida veja o link.

Saiba que isso é fundamental na sua mudança em começar a diminuir a corcunda, pois lembre-se, tem muita gordura lá, você já não precisa alimentá-la mais, né?

Exercite-se

Exercite-se, isso ajuda a melhorar o equilíbrio postural, fortalece a musculatura das costas, e também queima as calorias.

Faça alongamentos, isso ajuda a melhorar a flexibilidade da região.

Corcunda abaixo do pescoço

Faça fisioterapia, uma avaliação completa ajuda (e muito) a direcionar corretamente o tratamento e diminuir o tempo de melhora da corcova.

Algo muito interessante que me levou a escrever sobre o assunto, é o fato de que durante  a pratica clinica, logo na primeira ou no máximo na segunda consulta, há uma diminuição de 50% do tamanho do problema.

Lógico que após isso, é necessário ajuda do paciente em melhorar a postura, fazer exercícios e mudar hábitos alimentares, caso o contrário, o problema volta rapidamente.

O mais importante é que tem tratamento, e quanto antes começar a tratar, antes vai melhorar e se sentir melhor.

Como Aliviar o Torcicolo e ter um dia muito melhor!

O problema do torcicolo desaparece em até uma semana na maioria das pessoas.

Essa dor chata e incapacitante que o torcicolo nos provoca, pode acabar com o dia (ou dias) de qualquer pessoa.

Mas a noticia é boa. Tem solução!

Existem vários tipos de torcicolos:

  • Congênito;
  • Dermatogênico;
  • Vestibular;
  • Neurogênico;
  • Ocular;
  • Reumático;
  • Espasmódico.

Porém vamos falar do tipo mais comum e que acontece com muita frequência: o Espasmódico.

É muito comum encontrarmos pessoas no seu dia-a-dia com esse tipo de problema. É fácil de identificar, a pessoa não consegue virar a cabeça para um dos lados sem girar o corpo junto.

Porque isso acontece?

A forma mais frequente é durante o sono, quando a pessoa dorme (sem perceber) com a cabeça muito “torcida” em relação ao resto do corpo e ao se movimentar, alguma vértebra na região do pescoço e do tórax se desalinham e comprime um nervo.

Isso faz com haja uma grande irritação da musculatura cervical, causando dor, rigidez do movimento e até inchaço local dependendo do tamanho do problema e alguns casos dores de cabeça.

Muitos outros fatores podem levar a esse tipo de torcicolo como:

  • Fadiga muscular (cansaço);
  • Muita postura inadequada;
  • Traumas;
  • Dores antigas que não foram bem tratadas;
  • Estresse físico e mental;
  • Travesseiro inadequado sendo ele muito alto ou muito baixo.

Tratamento

Na maioria das pessoas, o problema desaparece em até uma semana. Porem tem que prefira se medicar para não ficar sofrendo com as dores.

Mas existem alguns exercícios que se pode fazer para tentar resolver em casa.

Neste vídeo, ele mostra um posicionamento com uma toalha, em que se fica com ela entre a região da escapula e a coluna por 30 segundos para ajudar a diminuir a tensão dos músculos da região que também causam dores.

Outro exercício que deve ser feito é o relaxamento da musculatura do pescoço, como a figura abaixo mostra o exato ponto.

Torcicolo pescoço

Nessa região você pode usar o seu dedo ou pedir ajuda de alguém, fazendo uma compressão não muito forte no ponto onde se sente a dor.

Se preferir pode massagear o local com algum creme ou óleo.

Outro modo de ajudar a melhorar é fazer o uso de compressa quente (mas não fervendo) na região do pescoço e na parte superior das costas onde se encontra a extensão do músculo do trapézio.

Torcicolo trapézio

Evite muitos alongamentos.

Particularmente prefiro que não se faça alongamentos em casos de dores agudas como a do torcicolo.

Isso pode fazer que tenha uma irritação maior das terminações nervosas, provocando mais dor e inflamação.

Em alguns casos mais leves o alongamento é indicado, sim, mas nem todos irão sentir uma melhora desejada. Se não melhorar não exceda nos exercícios.

A parte mais importante que deve saber sobre esse problema é;

Não deixe que piore, se o que fez em casa não ajudou a melhorar, significa que é uma dor mais profunda e só com ajuda profissional você vai conseguir melhorar.

Tem dúvidas? Algum outro problema que queira saber se o tratamento pode ajudar?

Envie sua dúvida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *